Estas informações não representam um substituto para consulta médica. antes de iniciar a vacinação, você deve seguir a orientação de seu médico de confiança.

Vacina - Dengue

Indicação: Prevenção da dengue causada pelos quatro sorotipos do vírus: DENV1, DENV2, DENV3 e DENV4. A eficácia para a prevenção da doença é de 65,5%. Já a proteção contra dengue grave e hemorrágica fica em torno de 93%. A vacina também se mostrou eficiente na redução dos índices de internação em mais de 80% dos casos.

Quem pode se vacinar: Pessoas de 9 a 45 anos de idade.

Contra-indicação: Por se tratar de vacina atenuada (viva), é contraindicada em imunodeprimidos, gestantes e mulheres que estão amamentando. Também não deve ser aplicada em pessoas com mais de 45 anos ou crianças com menos de 9 anos de idade.

Esquema de doses: São necessárias três doses, com intervalo de seis meses entre elas.

Eventos Adversos: Os estudos demonstraram um padrão de segurança muito bom. Não foram identificados eventos adversos graves na faixa etária para a qual a vacina está licenciada. A maioria das reações foram leves, de curta duração e reversíveis, independentemente da população estudada e da idade, semelhantes aos eventos possíveis após a aplicação rotineira de outras vacinas.

Via de Aplicação: Subcutânea.

Saiba mais.

Vacina BCG

Indicação: Proteção contra formas graves de tuberculose e contactantes de pacientes com hanseníase.

Quem pode se vacinar: Crianças a partir do nascimento até 5 anos de idade para proteção contra tuberculose e crianças e adultos contactantes de hanseníase.

Contraindicações: AIDS e outras imunodeficiências congênitas ou adquiridas. Fase aguda de infecções de pele generalizada.

Esquema de doses:
Uma dose: a partir do nascimento
Reforço: não se recomenda mais.

Eventos Adversos: Adenopatias locais, nódulos frios ou quentes, úlceras > 1cm, disseminação sistêmica, entre outros.

Via de aplicação: Intradérmica.

Vacina Antitetânica - ATT

A vacina tétano existe em combinações com outras vacinas e a escolha e a indicação da apresentação são prerrogativas do médico.

Indicação: Proteção contra tétano em todas as idades.

Quem pode se vacinar: Crianças, adultos e idosos.

Contraindicações: Não há, exceto as contraindicações gerais de todas as vacinas:  alergia a um dos componentes da vacina.

Esquema de doses: Esta vacina não está recomendada em esquemas de vacinação de rotina, preferindo-se as apresentações combinadas. Sua indicação é restrita e deve ser analisada pelo médico.

Eventos Adversos: Febre, dor e vermelhidão local.

Via de aplicação: Intramuscular.

Vacina - Antitetânica e Antidiftérica (dt) - Dupla Bacteriana do tipo Adulto

As vacinas difteria e tétano existem em combinações com outras vacinas e a escolha e a indicação da apresentação são prerrogativas do médico.

Indicação: Proteção contra tétano e difteria, usada a partir de 7 anos de idade.

Quem pode se vacinar: Crianças maiores de 7 anos, adultos, idosos e gestantes.

Contraindicações: Contraindicações gerais de todas as vacinas: quadro febril agudo ou alergia grave a um dos componentes da vacina.

Esquema de doses:
Crianças acima de 7 anos e adultos não vacinados ou com vacinação desconhecida: três doses com intervalos de dois meses entre as doses. A partir daí, reforços a cada 10 anos. Preferencialmente, uma das doses deve ser feita coma a vacina tríplice bacteriana acelular do tipo adulto (dTpa).
Crianças acima de 7 anos e adultos com esquema primário de três doses completo: uma dose de reforço a cada 10 anos. Mas preferencialmente deve-se utilizar a vacina tríplice bacteriana acelular do tipo adulto (dTpa).
Gestantes: uma dose ou mais (dependendo do histórico vacinal), preferencialmente a partir do segundo trimestre da gestação. Na gestante a vacina de escolha é a vacina tríplice bacteriana do tipo adulto (dTpa). Gestantes não vacinadas durante a gravidez devem ser vacinadas no puerpério com uma dose da vacina tríplice bacteriana acelular do tipo adulto (dTpa).

Eventos Adversos: Febre, dor e vermelhidão local.

Via de Aplicação: Intramuscular.

Vacina - Tríplice Bacteriana Pediátrica Acelular (DTPa) - Difteria/ Tétano/ Coqueluche

A vacina contra a difteria, o tétano e a coqueluche pode estar combinada com outras vacinas e a escolha e a indicação da apresentação são prerrogativas do médico.

Indicação: Proteção contra a difteria, tétano e coqueluche. A vacina acelular é menos reatogênica do que a vacina de células inteiras dos postos de saúde. Integra a rotina de vacinação para crianças a partir dos 2 meses aos 7 anos de idade.

Contraindicações: Crianças a partir de 7 anos de idade; hipersensibilidade aos componentes da vacina (anafilaxia), encefalopatia dentro de 7 dias após vacinação imunização prévia da vacina com o componente pertussis (coqueluche); alergia grave (anafilaxia) a componentes da vacina.

Esquema de doses: 3 doses+ reforços - a primeira dose com 2 meses de idade, a segunda com 4 meses e a terceira com 6 meses. Um reforço aos 15 meses e outro reforço entre 4 e 6 anos de idade. Após isso, reforço de 10 em 10 anos com a vacina DT(dupla do tipo adulto) ou, preferencialmente, com a vacina dTpa (tríplice bacteriana acelular do tipo adulto).

Eventos Adversos: Febre e reações locais (dor, vermelhidão e edema) são as mais comuns. Raramente pode ocorrer: irritação, choro intenso, síndrome hipotônica-hiporresponsiva.

Apresentações: Vacina tríplice bacteriana acelular pediátrica: DTPa. Vacina tríplice combinada a outras vacinas:
Tetra Hib - DTPa + Hib (tríplice + hemófilo b)
Tetra HB - DTPa + HB (tríplice + hepatite B)
Tetra com polio - DTPa + IPV (tríplice + pólio inativada)
Quíntupla - DTPa + Hib + IPV (tríplice + hemófilo b + pólio inativada)
Sextupla - DTPa + Hib + IPV + HB (tríplice + hemófilo b + pólio inativada + Hepatite B)
As vacinas DTPa e  combinadas são apresentadas em monodose; apresentações com hemófilo b têm liófilo a ser diluído

Via de aplicação: Intramuscular.

Vacina - Tríplice Bacteriana Acelular do Adulto (dTpa) - difteria/ tétano/ coqueluche

Indicação: Proteção contra a difteria, tétano e coqueluche.

Quem pode se vacinar: Crianças a partir de 4 anos, adolescentes, adultos e idosos.

Contraindicações: Hipersensibilidade aos componentes da vacina (anafilaxia), encefalopatia dentro de 7 dias após vacinação seguindo a imunização prévia de vacina com o componente pertussis (coqueluche).

Esquema de doses:
Crianças a partir de 4 anos de idade e adultos não vacinados com DTP, DTPa, dTpa ou dT ou com histórico vacinal desconhecido: três doses com intervalo de dois meses entre elas, sendo uma dose de dTpa (ou dTpa-VIP) e as seguintes com dT. A partir daí, reforços a cada 10 anos com dTpa ou dTpa-VIP. Na impossbilidade da vacina dT, todo o esquema pode ser feito com dTpa o dTpa-VIP.
Crianças a partir de 4 anos e adultos com esquema vacinal incompleto: completar o esquema com uma ou duas doses, sendo uma só dose com dTpa ou dTpa-VIP e as demais com dT. Na impossbilidade da vacina dT, todo o esquema pode ser feito com dTpa o dTpa-VIP.
Crianças a partir de 4 anos e adultos com esquema primário de três doses completo: reforços de 10 em 10 anos com uma dose de dTpa ou dTpa-VIP.
Gestantes: é recomendada uma dose em toda gestação, a partir da 20ª semana, preferencialmente entre a 27ª e a 32ª semana. Na impossibilidade de vacinação da gestante com a dTpa, pode ser utilizada a dTpa-VIP.

Eventos Adversos: Febre, dor e vermelhidão local.

Via de aplicação: Intramuscular.

Vacina - Tríplice Bacteriana Acelular do Adulto com vacina inativada da poliomielite (dTpa-VIP) - difteria/ tétano/ coqueluche/Polio

Indicação: Proteção contra a difteria, tétano, coqueluche e poliomielite.

Quem pode se vacinar: crianças a partir de 3 anos de idade, adolescentes, adultos e idosos.

Contraindicações: Hipersensibilidade aos componentes da vacina (anafilaxia), encefalopatia dentro de 7 dias após vacinação seguindo a imunização prévia de vacina com o componente pertussis (coqueluche).

Esquema de doses:
Crianças, adolescentes e adultos não vacinados anteriormente com três doses de com DTP, DTPa ou dTpa ou dT ou com histórico vacinal desconhecido: três doses com intervalo de dois meses entre elas, sendo uma dose de dTpa-VIP ou dTpa e as seguintes com dT. A partir daí, reforços a cada 10 anos com dTpa-VIP ou dTpa. Na impossbilidade da vacina dT, todo o esquema pode ser feito com dTpa o dTpa-VIP.
Crianças, adolescentes e adultos com esquema vacinal incompleto: completar o esquema com uma ou duas doses, sendo uma  dose com dTpa-VIP ou dTpa e as demais com dT. Na impossbilidade da vacina dT, todo o esquema pode ser feito com dTpa o dTpa-VIP.
Crianças maiores, adolescentes e adultos com esquema primário de três doses completo: reforços de 10 em 10 anos com uma dose de dTpa-VIP ou dTpa.

Eventos Adversos: Febre, dor e vermelhidão local.

Via de aplicação: Intramuscular.

Vacina - Varicela

Indicação: Proteção contra a varicela (catapora).

Quem pode se vacinar: Crianças a partir de 12 meses de idade, adolescentes e adultos.

Contraindicações: Imunodeprimidos, gestantes, crianças menores de 9 meses, alergia grave a componentes da vacina ou a dose prévia da vacina (anafilaxia).

Esquema de doses:
Crianças de 12 meses até 2 anos: 2 doses, a primeira a partir dos 12 meses de idade e a segunda entre 15 e 24 meses de idade, respeitando-se intervalo mínimo de 3 meses. A aplicação a partir de 9 meses deve ser feita sob orientação médica e esta dose deve ser desconsiderada.
Crianças maiores de 2 anos e menores de 13 anos: 2 doses, a segunda 3 meses após a primeira.
Crianças maiores de 13 anos e adultos: 2 doses com intervalo mínimo de 1 mês entre elas.

Via de aplicação: Subcutânea ou intramuscular.

Vacina - Haemophilus influenzae do tipo b

Indicação: Proteção contra infecções invasivas causadas pelo Haemophilus influenzae tipo b (meningite, pericardite, pneumonia, artrite e osteomielite).

Quem pode se vacinar: A vacina integra a rotina de imunização infantil e pode ser recomendada para adultos e idosos em situações de risco para doenças causadas pelo Haemophilus influenzae tipo b.
A VACINA PODE ESTAR COMBINADA COM OUTRAS VACINAS OU ISOLADAMENTE. A ESCOLHA E A INDICAÇÃO SÃO PRERROGATIVAS DO MÉDICO.

Contraindicações: Tanto para a vacina simples quanto para a vacina combinada, apenas as contraindicações gerais de todas as vacinas: alergia grave (anafilaxia) a um dos componentes da vacina.

Esquema de doses:
Crianças a partir de 2 meses: três doses, aos 2, 4 e aos 6 meses de idade, e um reforço aos 15 meses de idade.
Indivíduos com riscos especiais: dose única.

Eventos Adversos: São raros e geralmente locais. Podem ocorrer nas 24/48 horas seguintes à aplicação.

Apresentações:
Vacina Simples: Haemofilus Influenzae b
Vacinas Combinadas: Tetra Hib: Tríplice bacteriana acelular (DTPa) + Hib
Quíntupla: Tríplice Bacteriana acelular (DTPa) + Hib + Pólio injetável
Sextupla: Tríplice Bacteriana acelular (DTPa) + Hib + Pólio injetável + Hepatite B

Via de aplicação: Intramuscular.

Vacina - Hepatite B

Indicação: Proteção contra a hepatite causada pelo vírus B.

Quem pode se vacinar: Crianças, adultos e idosos. A vacina integra a rotina de imunização infantil, mas é recomendada para indivíduos de todas as idades.

Contraindicações: Gerais de todas as vacinas: quadro febril agudo ou alergia grave (anafilaxia) a um dos componentes da vacina.

Esquema de doses:
Crianças e adultos: três doses, sendo a segunda um ou dois meses após a primeira, e a terceira seis meses após a primeira dose. A primeira dose das crianças deve ser administrada nas primeiras 12 a 24 horas de vida, pois 90% dos recém-nascidos que são contaminados durante o parto desenvolvem hepatite crônica.
Prematuros com menos de 2000g ou 36 semanas de gestação: recomendam-se obrigatoriamente quatro doses, sendo a primeira com 12 a 24 horas de vida, a segunda com um mês de idade, a terceira um mês após a segunda dose e a terceira seis meses após a segunda dose.
Imunodeprimidos e pacientes renais crônicas: é necessário analisar resposta imunológica para se avaliar necessidade de modificação deste esquema, conforme indicação médica.
Obs: no sistema público, em virtude da vacina de tríplice de células inteiras combinada à vacina do hemófilo b e da hepatite B ser a única disponível para a rotina das crianças até 6 meses de idade, uma dose extra da vacina da hepatite B precisou ser acrescentada aos 4 meses de idade

Eventos Adversos: Raros (menos de 5%). Geralmente reações locais (calor, vermelhidão, dor), até 24 após a aplicação.

Apresentações:
Vacina Simples: Vacina hepatite B infantil e adulto
Vacinas Combinadas: Vacina Hepatite A e B
Hexa: Tríplice acelular (DTPa) + Hib + IPV + Hepatite B (infantil)

Via de aplicação: Intramuscular.